segunda-feira, outubro 27, 2014

Um novo Meier...


Nos últimos 3 meses, na região do Meier, redondezas da Dias da Cruz, brotaram uma penca de novos bares, de tradicionais a temáticos, oferecendo diversidade aos moradores da região, que somente podia contar com poucos exemplares de bons bares. Acontece que, hoje, em tempos de Lei Seca, o pessoAll que curte um choppinho, antes acostumado a se deslocar aos bairros mais nobres em busca de experiências diferenciadas no consumo da boemia, lotando a Lapa, a Barra e outros bares na zona Sul, atualmente esta deixando de migrar para essas regiões e a ocupar lugar em bares mais arrumadinhos ou mesmo em franquias conhecidas em seu próprio bairro. Venho observando essa mudança e isso se torna um grande nicho de mercado.
A velocidade dessas inaugurações foi tamanha que ainda não consegui visitar todos esses novos antros "etílico-gastronômicos", mas já deu pra ter uma ideia de que tendencia teremos na exploração deste nicho. Um dos bares desconhecidos mas com uma boa proposta foi o pequeno Vizinhando, instalado em um excelente ponto na Dias da Cruz próximo a esquina da rua Pedro de carvalho. seu tema é Espetinhos de Churrasco de alto padrão, com decoração alinhada, belos pratos de chamar atenção a um Designer, um inconfundível Chopp Brahma caprichado por apenas R$5,00, mas seu cardápio não se limita aos espetos gourmet, oferecendo combos, e outras opções de comidinhas, sem contar que podemos optar por refeições completas estilo Giraffas mas com bastante sabor. Seu único defeito mas plenamente aceitável é o horário de funcionamento, por estar em lotado em um local mais residencial fica com seu funcionamento limitado as 23:00, pra compensar esta aberto desde cedo todos os dias.
Passando para os famosos, ganhamos no Meier uma unidade do Bar do Adão com seus consagrados pasteis MUITO BEM RECHEADOS, onde desde sua abertura forma filas em sua porta de uma legião de fanáticos por Pastéis da moda. Ontem tentei ver de perto se a filial mantem o padrão das demais mas fui impedido pela longa fila de espera, sem opção de Mesinhas Bistrot para aquele choppinho rápido enquanto nossa mesa não vagava, acabamos desistindo desta primeira visita. eramos um grupo de 10 pessoas, difícil de alocar de ultima hora né? Talvez, mas atravessamos a rua e fomos ao bar em frente Cometa Express, sem novidades mas com mesas disponíveis, e sorrisos no rosto dos garçons e muita boa vontade que me conquistaram esta noite com muitos choppinhos e boas porções de pasteis de camarão saborosos mas que não eram do Adão.
Ao chegar ao bar, nos sentamos e fui analisar este "cardápio". Aguardamos a abertura do cevadas por todo o tempo que seu marketing se propagou pelo facebook, com imagens lindas, belos petiscos, muitas cervejas especiais. Não sei o que houve, mas o cardápio principal do restaurante segue um padrão moderno de apenas uma plaquinha frente e verso bem manipulada por Corel Draw, e com assinatura de uma Chef, pouquíssimas opções de harmonização para inúmeras cervejas de tipos e sabores diferentes, e com uma simbologia de SG(Sem Glutem) em muitos pratos. Achei que estava num bar de cervejas especiais e não num restaurante de alimentos para alérgicos. Como a ideia era tomar cerveja insistimos e permanecemos ao bar. Solicitei uma cerveja ruiva, e fui em busca de um bom petisco para harmonizar. sem sucesso, acabei pedindo a Batata Especial da casa, mais decepção, uma porção simbólica de batatas fritas cobertas de um queijo com farelo de calabresa torrado. Pelos preços, não compensam, nem cerveja nem petiscos, pelas cervejas, preciso estar com muita vontade de uma determinada qualidade de cerveja para ir lá, e pelos petiscos, esquece...
Em uma breve analise durante nossa espera, verifiquei que o perfil de consumo no Adão não necessariamente era de bebedores de cerveja, mas sim de pessoas dispostas a experimentar o longo cardápio de opções de recheios. Também verifiquei que um bar famoso se tornou o frenesi do bairro deixando os desconhecidos como segunda opção. Imagino quanto sucesso faria um Belmonte ou um Informal nas redondezas, faturamento garantido, mesmo oferecendo chopps a 8 ou 9 reais cada, só não consigo prever se esse faturamento perduraria por mais que 6 meses, talvez... Experimentamos um fenômeno de marketing do Bairro outro dia, o Cevadas, de apelo a cervejas especiais, seu cardápio de cerveja até chamaria atenção pela variedade, mas já perdeu o brilho quando o recebi apenas impresso em uma folha de papel branco, mas o que importa é a cerveja...
Um bom, acho que um dos melhores que já visitei, exemplo de bar de cerveja especial é o Botto Bar próximo a Praça da bandeira que quando abre suas portas possui sempre 20 barris de choop especial de diversos fabricantes, nacionais e importados, e serve em suas respectivas taças, oferecendo um menu de petiscos absolutamente saborosos que harmonizam com suas belas cervejas especiais. Destaque para os Bolinhos de carne (meat balls) com molho tabasco ou mesmo sua lentilha amiga(no lugar do velho feijão amigo) com sabores intensos e de fazer repetir varias vezes. Os preços são compatíveis com a qualidade e as porções atendem muito bem.
Ao olhar critico, o cevadas foi uma boa ideia, que teve um excelente trabalho de marketing, tem um ótimo fornecedor de cervejas especiais, mas faltou terminar o bar, de aparência incompleta, simples demais, faltou que o dono se decida o que vai explorar, ora o choppinho comum e petisco comum, ora cervejas especiais e um verdadeiro cardápio harmonizando com suas cervejas..fica a dica, não é preciso um prato para cada cerveja, mas as cervejas se dividem em grupos de sabores padrão, umas mais outras menos intensas, mas sempre Brancas(witbeer), loiras(pilsen ou lager), as de trigo, ruivas e escuras.
Postar um comentário