sexta-feira, julho 26, 2013

Hamburger menos calórico, mas bem saboroso...

Outro dia tive vontade de comer um hamburger, tipo um TUDÃO, daí parei e pensei, tudão não rola, mas posso fazer um hamburger sem gordura, com pouco sal e num pão integral com salada, daí experimentei uns ingredientes e acho que deu certo, todos lá em casa adoraram e vou compartilhar essa receita...

Ingredientes:

1Kg de carne moída (de preferência limpa sem gordura de uma carne magra)
1/3 de uma garrafinha das pequeninas de molho shoyo(molho de soja)
3 dentes de alho amassados
1/2 cebola grande picada
1 ovo
2 fatias de pão integral molhado, escorrido  e picado

Misture bem os ingredientes amassando com as mãos para agregar e homogenizar a massa.
Forme bolas de carne do tamanho de uma bola de tennis
Grelhe num grill inclinado (tipo George Foreman)ou na brasa se tiver disponível

caso sinta que a massa ficou muito molhada e pouco agregada podemos adicionar mais uma fatia de pão integral molhado e escorrido ou um pouco(tipo uma colher de sopa) de farinha de rosca

O tamanho Bola de tennis proporciona um Hamburger tipo Outbacker daqueles hamburgeres SÉRIOS de 250g de pura carne com sabor de churrasco
Na receita não adiciono sal pois o proprio shoyo possui quantidade demasiada de sal e na quantidade indicada tempera sem ficar salgado

Após grelhar bem para não ficar cru no meio, monte em um pão para hamburger Integral(wickbold) aquecido em chapa/frigideira/grill., coloque folhas de alface americana ou crespa rasgadas e rodelas de tomate, azeite e quem desejar um pouco de sal.

Rende 8 MegaBurguers ou 16 hamburguers

Bom Apetite


Agora light(mas nem tanto)

Uma vez disse aqui que não postava muitas coisas pois estava me tornando repetitivo, resgatando velhas receitas já publicadas e apenas modificando alguns itens. Pois é, Trabalhar, estudar e cozinhar são tarefas que demandam tempo e não necessariamente o temos para tudo. Particularmente adoraria ter mais tempo para me dedicar a culinária, e chego ao ponto de disputar uma panela com minha mulher só para ter contato com minha cozinha. Mas sou um cara GRANDE, que gosta de comer, e muito, e dentre outras coisas que o tempo consome, praticar degustação em restaurantes e bares por aí também estão na lista das coisas que faço bastante e nas pequenas lacunas de tempo que temos, só que nessa de aprecias comida, meu peso e meu metabolismo me pregaram uma peça outro dia, Passei mal , tive um pico de pressão com muita dor de cabeça e dores na nuca e ombros. Graças a Deus, a minha mulher e meus sogros, fui rapidamente socorrido e tive minha pressão estabilizada. Desde então passei a me preocupar( de verdade) com o que como. Ainda estou investigando com auxilio de exames e do meu cardiologista, mas decidi que preciso ter uma vida mais saudável. Acontece que quem vive como eu, a apreciar o paladar apurado das coisas, onde pequenas notas de sabores e aromas sutis fazem diferença, me alimentar com novos valores calóricos, baixo teor de gorduras, produtos light/diet, podem representar um sacrifício absurdamente de baixo sabor. Recomendo estes produtos porque fazem bem a saúde mas seus sabores não são os mais intensos. 
Diante desse novo perfil de consumo, tive que me adaptar as novas possibilidades e estou fazendo inúmeras experiências na cozinha de forma a obter mais sabor de um alimento com menos calorias, menos açucares e baixo teor de gorduras. 
Observação: Para aqueles hipertensos, diabéticos ou portadores de doenças que dependem de uma dieta rigorosa consulte seu nutricionista antes de executar alguma receita minha.
Porque dessa minha observação? Durante minhas investigações a cerca do que tive, foi diagnosticado que foi um pico de pressão que não voltou mais a acontecer desde que mudei minha dieta, e que provavelmente foi stress. Mas avaliando meu hemograma, estou com uma pequena modificação metabólica que pode vir a trazer outros problemas de saúde, devido ao meu peso, no entanto, ainda não estou acompanhado por um nutricionista. Optei por uma mudança na minha alimentação para melhorar meu peso e garantir uma vida mais saudável, não sendo radical. Vejo no radicalismo com os alimentos os insucessos nas dietas. Procurei reduzir o sal e o açúcar diretos, passei a evitar as frituras, busquei os produtos Light(aqueles com alguma redução significativa das calorias), Estou evitando os refrigerantes e outras bebidas já adoçadas, e mesmo os zero/light também, dando prioridade a um bom mate(feito em casa) ou suco natural. No entanto, quando vou a um restaurante ou casa de alguem não deixo de apreciar nenhum prato, apenas como com um pouco mais de moderação que antigamente. Sinto que minhas atitudes mas brandas em relação a alimentos estão sendo bem confortáveis, me permitindo manter minha dieta. Já estive entre 120 e 130kg, depois de duas semanas me preocupando mais, ainda não me pesei, mas as pessoas que convivem comigo estão fazendo comentários a cerca de minha forma, e já sinto minhas calças mas largas na cintura e meu rosto menos inchado. Já já me peso e informo...
Nas compras passei a comprar itens diferentes e vou enumera-los:

Leite Desnatado (Molico ou Gloria em longa vida)(LIQUIDO)
  A muitos anos provo leites desnatados, em pó ou líquidos e sempre tive a mesma impressão, ou não tem gosto de leite, tendendo ao vegetal, ou parecem uma lavagem quase translúcidos, e me surpreendi com os que cito acima, com atenção especial ao Molico que o em pó é péssimo e o liquido delicioso, quase um leite integral no sabor mas com 68% menos calorias(se não me engano), ao ponto de usa-lo na culinária sem alterações de sabor ou textura no resultado final das receitas. Este substitui na casa toda, sem que ninguém reclamasse.

Requeijão/Creme de leite/Cream-cheese
 Esses produtos de qualquer marca líder de mercado não possuem alterações significativas em seus sabores e texturas, ou seja,  consumimos mais calorias a toa, a sua substituição foi  limpa, sem sacrifícios e prazerosa. também entraram na dieta de todos em casa.

Margarina Light(QUALY-Sadia)
 Essa, foi a única que comprei ate agora, e para usar como aditivo a uma torrada ou pão faz seu papel, mas não aconselharia em receitas que demandam este ingrediente pois notei que ao se aquecer se transforma numa especie de leite que ferve e evapora, pode ser que de alteração em texturas. O sabor é acentuado como de uma margarina comum mais aromática. Esta só eu estou comendo, as meninas não comem pão com manteiga como eu...

Adoçante(ZeroCAL - Aspartame)
Eu já comprava deste antes, mesmo  depois de testar os outros, meu paladar não reage bem aos estímulos edulcorantes da Sacarina(aquele adoçante transparente e mais comum). Nunca testei a Frutose, que pelo meu saber, em vidro é uma novidade.

Pão integral(Wickbold)
  Os pães com grãos, cereais e farinha integral são mais escuros mas tem sabor acentuado, em alguns casos podem ser mais calóricos que os light ou comuns, mas para quem como eu esta com colesterol mais alto um pouco, vale mais apena comer o integral que o light por suas propriedades digestivas, sem contar na sensação de saciedade que um produto com farinha integral te dá. Deste sempre gostei mais dos Wickbold poque são mais macios e molhadinhos e os demais, não comprava sempre porque são muito caros, mas...

Macarrão Integral(Piraquê ou Barilla)
Da mesma forma que o pão integral, a massa também é bem vinda.

Daí me perguntaria: Você só come isso? e os demais produtos? Não, como muitas outras coisas, inclusive legumes e outros vegetais, alem de carnes, mas diminui as quantidades. 

A única coisa que estou sofrendo mesmo é com os queijos, meu ponto fraco, obtive a orientação de consumir com moderação apenas a muçarela que, por incrível que pareça é a menos calórica, e também tenho comprado umas pastinhas prontas de ricota, bem saborosas.

Sobre o assunto tenho muita coisa pra falar, mesmo que vivendo sobre este foco apenas a duas semanas.

Vou contando aos poucos em outros posts...